Lágrima ácida em cães – Como acabar com o problema de vez

5.00 avg. rating (95% score) - 1 vote

Há um mês, apresentei para vocês a Yuki, minha cachorrinha maltês, lembram? Ela está crescendo e ficando cada dia mais esperta.

Como é possível ver nas fotos, ela possui o pêlo todo branco e qualquer sujeira aparece facilmente. Sendo assim, a lágrima ácida poderia deixar seus pêlos manchados. Foi então que resolvi pesquisar mais sobre o tema.
O que é a lágrima ácida?

A lágrima ácida é chamada de Epífora na medicina veterinária e não se trata de nenhum problema grave. O veterinário me explicou que os cães, assim como a gente, produzem uma secreção nos olhos para que eles fiquem lubrificados.

O que acontece é que, às vezes, a produção dessa secreção ou lágrima acontece em grande quantidade ou então o canal que absorve o excesso não funciona direito. Aí é bem simples: se tem mais líquido do que cabe dentro do olho, ele acaba vazando. E isso acontece bastante com os cachorros da raça maltês.

O problema é que pode ser que a lágrima esteja mais ácida do que deveria e, ao entrar em contato com os pêlos, acaba manchando-os. Ela escorre logo abaixo do olho e deixa aquela mancha meio marrom. Dependendo da quantidade, parece que o cão está com olheira.
Eu não queria que a minha Yuki ficasse toda manchada, então perguntei ao veterinário o que poderia ser feito.

Como a alimentação tem ajudado a combater a lágrima ácida?

O veterinário me disse as causas do problema e falou que a Yuki não tinha nenhum problema de má formação nos olhos. Ele me falou em relação à alimentação. Explicou que algumas rações secas possuem corantes e outros produtos que podem causar alergia, fazendo aumentar a lacrimação e deixando os pêlos ainda mais manchados.

Lembra que falei que mudei a alimentação da Yuki para a comida saudável da La Pet Cuisine? Foi exatamente esse um dos motivos que me levaram a trocar a ração seca por comida natural. Não queria que minha cachorrinha ingerisse alimentos que poderiam fazer mal e que a deixassem com aparência feia.

A verdade é que ela gostou muito da nova comida e sente mais prazer em comer. Mas percebi também, que ela não teve lágrima ácida, mesmo que sua raça tivesse maior propensão.

Já estou vendo que a lágrima ácida não será mais um problema e que vou poder sempre vê-la com os pelos branquinhos. Veja nas fotos como ela está cada dia mais linda!

Como a La Pet Cuisine resolveu o problema de lagrima ácida no meu maltes

4º Mês de vida

5º Mês de vida

5º Mês de vida

Publicado em 3 de agosto de 2017

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não