Cachorro com diarréia: o que fazer e o que pode ser

4.00 avg. rating (83% score) - 2 votes

Assim como os casos de vômitos, a diarreia em cães pode ser causada por diferentes fatores, que vão desde uma mudança brusca de alimentação até uma doença contagiosa grave. Seja qual for o motivo, merece atenção do proprietário, pois quando é persistente e não tratada, pode levar o animal a uma desidratação severa e até ao óbito.

Cachorro com diarréia: Vómitos e sangueCachorro com diarréia Vómitos e sangue

A diarreia não é uma doença e sim um sinal clínico que representa uma anormalidade no processo normal de defecação. A diarréia  pode ou não vir acompanhada de sangue e vômito, apatia e inapetência. Secundária a ela o animal pode ter quadro de desidratação.

Como as causas são variadas, é importante que o tutor fique atento à frequência da defecação, à cor e ao cheiro. Isso ajudará quando o cão for levado ao médico veterinário para ser examinado.

Cachorro com Diarréia: problemas e causas

O maior risco da diarreia é levar ao quadro de desidratação severa e de desequilíbrio metabólico, podendo causar o óbito no animal. Por isso, ela precisa de atenção, pois, na maioria das vezes, o atendimento clínico precisa ser rápido para garantir a sobrevivência do animal.

As causas são variadas. Se você trocou o alimento do seu cachorro abruptamente, ele pode ter diarreia. Nesse caso, notará que será uma vez apenas e que o cão continuará bem. Porém, há motivos mais graves. Dentre eles, destacamos a parvovirose que é uma doença viral, altamente contagiosa e que tem um índice de mortalidade muito grande. Ela pode ser evitada através da vacinação específica dada de acordo com o protocolo veterinário. Parvovirose mata e quando antes o diagnóstico for feito, maior a chance de sobrevivência.

Há inúmeras outras causas como ingestão de corpo estranho, infecções no aparelho digestório, parasitose, intoxicação, tumor, alérgicas, entre outros. Por isso, é necessário que sempre que o tutor note que o animal evacuou mais de uma vez as fezes diarreicas ou que ele apresenta algum outro sinal clínico junto à diarreia, leve-o imediatamente ao veterinário.

Diarréia em cães o que fazerDiarréia em cães: o que fazer?

Você mudou a alimentação do seu cachorro e ele teve um coco mais mole apenas? Observe-o e fique atento a outros sinais. Caso ele volte a defecar normalmente e não tenha nenhum outro sinal clínico, pode ter sido apenas uma fase de adaptação ao novo alimento. Mantenha água fresca ao seu alcance e o acompanhe. Porém, se o vermífugo dele não está em dia, se ele não tem todas as vacinas ou se as fezes tiverem um odor muito forte ou diferente, corra para o médico veterinário.

Cachorro com Diarréia e sangue

                                               Cachorro com Diarréia e sangue

Presença de muco, de sangue, diarreia constante e existência de outros sinais clínicos são indicativos de alerta. Nesse caso, é muito importante que não espere e leve o cão para atendimento médico rapidamente.

O tratamento irá variar de acordo com o quadro clínico encontrado. O médico veterinário irá perguntar sobre o histórico do animal como alimentação, data da última vacina, se ele teve alguma doença anterior, idade, entre outros. Depois disso, será feito um exame clínico completo e caso julgue necessário, o profissional poderá pedir exames complementares como o de sangue e de fezes.

Caso no exame clínico a desidratação seja constatada, dependendo do grau, o cão pode precisar ficar internado para fluidoterapia.

É importante que você saiba que a vacinação correta, a vermifugação em dia e uma alimentação adequada são essenciais para evitar quadros como esse.

O seu pet está vacinado? Você já acompanhou algum quadro de diarreia em cães? 

Milena Godoy – Médica Veterinária formada pela Universidade Federal do Paraná  

Publicado em 22 de novembro de 2014

Este conteúdo ajudou você?

Sim Não